A Podal aderiu essa ideia, inclusive divulgando o slongan da ação em seus carros e caminhões.

A criação de uma nova data comercial no calendário brasileiro, a Semana do Brasil, veio com o objetivo de impulsionar o setor de varejo neste ano, segundo o conselheiro do Instituto para Desenvolvimento do Varejo (IDV) Marcos Gouvêa, um dos organizadores da campanha, ao lado do Secretaria Especial de Comunicação do governo (SECOM), Fábio Wajngarten, e do presidente do IDV, Marcelo Silva, em nova reunião com entidades e empresários, realizada na quarta-feira, 28, no Latan Retail Show.
O período de 6 a 15 de setembro foi escolhido devido à ausência de estímulos ao consumo no mês, casando com as comemorações do Dia da Independência do Brasil. Mais de 40 associações já demonstraram apoio à Semana do Brasil e está prevista a participação de entidades de comércio, atacado, bancos, agências de viagem, entre outras. “Vamos transformar isso num marco nesse processo de retomada da economia”, afirmou Gouvêa.
A projeção dos varejistas é que a data funcione como estímulo incremental de vendas e não concorra com outras iniciativas do tipo, como a Black Friday, que acontece em novembro. “Na dinâmica do varejo, dois meses é uma eternidade”, afirmou Gouvêa.
Outra proposta da campanha é enaltecer o orgulho de ser brasileiro. Apelando para o lado emocional, a ideia é que todos adotem a bandeira do Brasil na semana de comemoração da independência.

ABAD
Atendendo ao chamado do governo federal, a ABAD aderiu prontamente à Semana do Brasil e esteve presente nos três encontros de mobilização realizados até agora. No site da ABAD, há uma PÁGINA exclusiva sobre a Semana do Brasil, explicando o conceito da campanha, com dicas e sugestões para adesão. Também estão disponíveis para download as peças produzidas pela agência organizadora para criar posts, adesivos, selos, bandeiras, sacolas, banner, camisetas etc.

Fonte: www.abad.com.br  

 

 

Categories: Notícias